<[HEADING] class="logo-text">Ajudamos a encontrar o seu crédito
MENU
Ver Mais

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

O que significa brainstorming e como podemos filtrar ideias?

O brainstorming consiste numa técnica para promover a estimulação e partilha de soluções criativas.

No contexto corporativo, representa uma importante ferramenta de gestão, desde que bem aplicada.

Por isso, empresas de todos os tamanhos e segmentos devem explorar o desenvolvimento de novas ideias como parte das suas estratégias.

Mas, não basta apenas reunir pessoas para uma conversa sem orientação.

Existem algumas regras para filtrar as ideias que surgem durante a reunião, e assim tornar o processo verdadeiramente produtivo.

Quer saber quais são as regras? Continue a leitura do artigo e fique a conhecê-las!

Brainstorming: Saiba como ter boas ideias e soluções em equipa

A prática do brainstorming tem como objetivo a partilha espontânea de ideias. Desta forma, possibilita encontrar a solução de um problema ou gerar insights importantes.

Trata-se de uma prática colaborativa, na qual os participantes apresentam diferentes perspetivas sobre determinado assunto.

E este é o grande “segredo” do processo, a pluralidade de ideias.

Relativamente aos benefícios, o mais evidente é o aparecimento de soluções criativas. Desta forma, a equipa trabalha em sintonia, e todos os membros ficam a sentir-se parte integrante do grupo.

Posto isto, é importante frisar que a liberdade de expressão deverá ser moderada, para que o processo não se torne uma confusão. E pior, havendo a probabilidade de, no fim da partilha, nenhuma sugestão ser aproveitada como solução para o problema.

Para o evitar, conheça algumas dicas sobre como filtrar as ideias que surgem durante o desenvolvimento de ideias.

1 – Crie um ambiente agradável

Para que todos os participantes se sintam à vontade para partilhar ideias, é importante proporcionar um ambiente agradável.

Tenha em mente que está a reunir pessoas com diferentes personalidades e formas de pensar.

Além disso, este momento foge da rotina habitual dos colaboradores, então, deve proporcionar um ambiente confortável.

Para isso, pode propor a reunião fora da empresa.

Um novo ambiente pode até estimular novas ideias.

2 – Apresente o problema

É importante que o tema central da sessão de brainstorming seja apresentado com antecedência aos participantes.

Assim, no dia da reunião, pode iniciar com uma explicação detalhada sobre o objetivo do encontro.

Apesar de todos poderem participar livremente na conversa, é importante que alguém conduza a sessão.

Isto evita que, durante a criação de novas ideias, possam surgir assuntos paralelos, atrapalhando assim o real objetivo da sessão.

3 – Tenha equilíbrio ao moderar a discussão

Durante a reunião, é normal ter de lidar com opiniões divergentes.

Afinal, as equipas são formadas por pessoas com diferentes perfis, conforme dito anteriormente.

Neste sentido, quem conduz a sessão deve perceber quando a discussão começa a tomar outro caminho e evitar conflitos.

É claro que não se deve interromper a reunião constantemente, mas sim quando necessário.

Lembre-se que estão todos comprometidos com o debate de ideias.

O moderador apenas deve intervir quando necessário, pois o propósito da atividade é exatamente promover a partilha de ideias.

4 – Elimine julgamentos

É essencial que todos os participantes sejam orientados no sentido de não julgar as ideias dos outros.

Um comentário feito com sarcasmo ou com o objetivo de inferiorizar a opinião do outro, pode fazer com que toda a reunião caia por terra.

É essencial que todos se sintam à vontade para expor as suas ideias e ouvir as dos outros, com o máximo respeito e profissionalismo.

Por isso, o espírito coletivo da equipa deve estar fortalecido para obter resultados positivos.

5 – Tire apontamentos durante o brainstorming

Se vai ser um participante ativo da reunião, o ideal é solicitar que outra pessoa tire notas dos pontos mais importantes.

Assim, é possível manter o foco no que está a ser discutido, sem descurar o registo das sugestões dos participantes.

Por fim, tente combinar as ideias registadas ou até mesmo adaptá-las para encontrar a melhor solução.

O brainstorming é uma excelente forma de estimular soluções criativas. Já usa esta ferramenta na sua empresa?

Conte nos comentários como foi a sua experiência!

Perguntas Frequentes

A Credistar responde a todas as suas dúvidas sobre créditos.

Seja nosso parceiro

Aumente as suas vendas. Torne-se um parceiro Credistar.

Contactos Credistar

Contacte a equipa Credistar para esclarecimento de qualquer questão.

Testemunho
CLAUDIA SANTANA

O total dos meus créditos rondavam os 24.000€ e estava a pagar 865€ por mês. Após juntar todos os meus créditos, sem fiadores, passei a ter uma só mensalidade de apenas 315€/Mês.

Redução de 64% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 11,712%.

Testemunho
SOFIA E NUNO CAMPOS

Devíamos 19.000€ e tínhamos de pagar 677€/Mês. Depois da consolidação de créditos, sem incluir o crédito da casa, ficámos com uma mensalidade de 249€. Poupamos mais de 400€/Mês.

Redução de 63% nas prestações. TAN 9,500% e TAEG 12,024%.

Testemunho
MANUEL HENRIQUES

Queria fazer outro crédito de 5.000€ mas com a casa devia 130.000€ e pagava 2.097€/Mês. Segui a sugestão e fiz um crédito consolidado. Reduzi as prestações para 745€/Mês e já com os 5.000€ na conta.

Redução de 64% nas prestações. TAN 2,455% e TAER: 3,231%.

Testemunho
JOÃO SILVA

Fiz um pedido de 4.500€. Foram apresentadas várias propostas. Optei pagar o meu crédito em 72 vezes por 78,72€/Mês. Com esta prestação baixa vou juntar dinheiro para pagar antes, sem custos adicionais.

TAEG: 5,5% TAN: 4,70% MTIC: 5.268,78€.

Contraste
Fontes legíveis
Este site usa cookies, poderá consultar toda a informação na nossa página de Política de Privacidade. Reconheço e aceito que ao continuar a utilizar este site, dou o meu consentimento à utilização dos cookies deste site. Para mais informações sobre os cookies que utilizamos, como os gerimos e/ou apagamos, por favor consulte a nossa Política de Privacidade.